4302 Informações clínicas e de segurança sobre o Lyric | Phonak

Segurança e uso

Perguntas frequentes

 

 

O Lyric é seguro?

O Lyric foi profundamente estudado em centenas de pacientes desde 2001. Tornou-se comercialmente disponível em janeiro de 2008, nos Estados Unidos e teve sua homologação obtida na Agência de Vigilância Sanitária (ANVISA) em fevereiro de 2011. Atualmente é utilizado com sucesso em países como: Alemanha, Austrália, Bélgica, Brasil, Canadá, Estados Unidos, França, Holanda, Inglaterra, Nova Zelândia e Suíça.

 

O Lyric requer algum tipo de cirurgia?

O Lyric NÃO é um dispositivo cirurgicamente implantado. Os dispositivos Lyric são adaptados e programados no consultório do profissional especialista. Não é necessário anestesia. O processo inicial de medida e adaptação do Lyric leva cerca de 90 minutos.

Posso remover o Lyric sozinho?

Se necessário, o Lyric pode ser removido pelo usuário. Após você ser adaptado com o Lyric, seu profissional especialista lhe dará uma ferramenta chamada SoundLync que pode ser usada para remover o dispositivo ou ajustar o volume. Porém, o aparelho só poderá ser adaptado por um profissional especialista em Lyric.

Posso usar fones de ouvido com o Lyric?

Sim, um dos benefícios do Lyric é que você pode continuar a usar fones 10AB de ouvido externos e protetores auriculares. Não insira fones de ouvido internos ou tampões, uma vez que estes poderão deslocar o aparelho. (Fones de ouvido padrão para iPod podem ser usados sem problemas.)

Posso usar meu celular ou telefone fixo enquanto uso o Lyric?

Sim, outro benefício da adaptação do Lyric é poder usá-lo ao falar no celular ou no telefone fixo*.

O Lyric pode acionar um detector de metal?

Não. Os componentes metálicos do Lyric são muito pequenos para acionar detectores de metal.

Exames como ressonância magnética, raio X ou tomografia computadorizada podem danificar o Lyric ou colocar meu ouvido em risco?

O Lyric deve ser removido antes de realizar uma ressonância magnética. Ao contrário da ressonância magnética, exames como raio X ou uma tomografia computadorizada não danificarão nem deslocarão o aparelho. No entanto, você deve informar o médico e/ou técnico sobre o uso do dispositivo Lyric. Se for necessário efetuar um raio X ou uma tomografia computadorizada do ouvido ou da cabeça, o aparelho deverá ser removido. Informe o médico de que está usando o Lyric se for efetuar uma cirurgia ou qualquer tipo de procedimento médico.

Posso nadar com o Lyric?

O Lyric é resistente à água, mas não à prova d'água, e não deve ser exposto a situações em que ocorre a prática do mergulho (submersão total da cabeça na água por um período de tempo - segundos ou minutos), podendo o aparelho vir a parar ou não, de acordo com a anatomia do conduto do paciente. Porém, o Lyric pode ser usado no banho ou durante atividades aquáticas em que a cabeça não esteja submersa em água.

Posso viajar de avião com o Lyric?

Sim. É seguro viajar de avião enquanto usa o Lyric. Desde que a cabine do avião seja presurizada. 

*Em alguns casos, o dispositivo Lyric pode desligar com o uso do celular ou telefone fixo. Caso isso ocorra, procure o seu profissional especialista em Lyric.

0